nelmar-rochaNelmar Rocha é jornalista, formada pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS) e pós-graduada em Canção PopularCriação, Produção Musical e Performance, pela faculdade Santa Marcelina (SP). É também graduada em Letras, pela Faculdade Metodista, de São Bernardo do Campo.

Leia mais...

Beijos musicais

CORONAVÍRUS

Beijos musicais

 Olá, tudo bem?

A semana começa com alterações na rotina de todo mundo. Mas, com ou sem exageros, a vida tem de continuar, com os devidos cuidados, naturalmente. Dito isto, no domingo, fui assistir ao show de celebração dos 40 anos da cantora Ná Ozzetti, no Sesc Pinheiros (SP). Show lindo, em que a cantora faz um apanhado das canções por ela gravadas durante sua trajetória, com cenário, figurino, som, etc, tudo impecável. Comprei o ingresso na hora - mas quase não conseguia, porque, ao visualizar o mapa dos lugares, quase todos o assentos estavam ocupados. Não restavam mais que dez lugares livres. Entretanto, ao entrar no Teatro Paulo Autran, para minha surpresa, ele estava bem vazio, com 1/3 dos lugares ocupados. Não sou muito boa de cálculo, mas acho que era por aí. Não sei o que aconteceu, mas imagino: as pessoas desistiram na última hora de sair de casa, ou ainda, o Sesc disponibilizou menos ingressos para que não houvesse uma grande concentração de pessoas, mediante as últimas recomendações do governo estadual, visando à contenção da propagação do Coronavírus (covid 19). Não sei. O que eu sei que muitas casas de shows, centros culturais, teatros e afins estão adiando suas programações e, até mesmo, fechando suas sedes no sentido de amenizar a propagação do vírus. Nesta segunda-feira (16), por exemplo, o Itaú Cultural soltou uma nota informando seu fechamento por tempo indeterminado. Por enquanto (pelo menos, até a manhã desta segund-feira), o Sesc SP não suspendeu sua programação, o que é um alento, pois sabemos que a entidade é o maior gerador de trabalho para os artistas. Entretanto, imagino (de novo) que possamos ter alterações no decorrer dos próximos dias. Por isso, minha dica é conferir o site do Sesc (e de todas as empresas) antes de se dirigirem até lá. É um momento difícil para todos, mas temos de enfrentá-lo, sem medo. EM TEMPO: O SESC SP ANUNCIOU, À TARDE, O FECHAMENTO DE SUAS UNIDADES ATÉ 31/3.

Beijos musicais

 

Nelmar Rocha

Rapidinhas

SEMANA DE 16 A 22 DE MARÇO

De março a agosto de 2020, o Sesc Carmo (SP) apresenta o projeto “Centro em Concerto”, em espaços históricos no centro da cidade. Na terça-feira (17),  às 13h, ocorre a primeira apresentação, “A Herança Indígena”, no Pateo do Colégio, e ressalta um repertório não só das etnias habitantes de São Paulo, como os Guarani-Mbyá e Kaigang, como também de outras regiões do Brasil.

Além dos concertos mensais, o Sesc Carmo oferecerá o curso “Vozes de São Paulo”, que enfoca, histórica e musicalmente, os conteúdos abordados nos seis concertos que compõem o projeto.

As bandas nacionais Chimarruts e Mato Seco integram a programação do festival Reggae Live Station, que ocorre na sexta-feira (20) no Espaço as Américas (SP).

Após seis temporadas no Rio de Janeiro, o musical Agnaldo Rayol - A Alma do Brasil reestreia em São Paulo. O cantor e ator Marcelo Nogueira apresenta em formato de monólogo musical as algumas das canções que marcaram a trajetória de Agnaldo Rayol. O espetáculo ocorre nos próximos dois sábados (21 e 28), às 18h, no Teatro Fernando Torres, no Tatuapé.

A ONG Canto Cidadão está com um Edital aberto para a contratação de 25 eventos, com duração de 3 horas cada, que comporão parte da agenda do programa CantoEduca, durante os meses de maio a dezembro de 2020.

Podem se inscrever candidatos(as) maiores de 18 anos, com CNPJ e experiência comprovada para ministrar as oficinas ou palestra em temas relacionados a Música, Ludicidade, Palhaçaria e Artes Cênicas, entre outros temas. Mais informações aqui

 

SÁBADO (13/10)

Banda Afrocidade, Luedji Luna, João Bosco, Carlinhos do Cavaco, Carica, Luizinho SP, Tony Babalu (Clique em Leia mais)

Às 21h, a banda Afrocidade mostra expressões diversas da música negra, com grande influência do pagode baiano, além de rap nacional e internacional, num show que conta com a participação especial da cantora Luedji Luna, no Auditório Ibirapuera (SP).

Foto: Juliano Sarraf

O grupo de Camaçari (BA) canta as lutas e resistências do povo negro.
Auditório Ibirapuera – Av.Pedro Álvares Cabral, s.n., Parque Ibirapuera/SP
ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada)

Às 21h, o cantor, compositor e violonista mineiro João Bosco apresenta espetáculo solo, em formato voz e violão no Sesc 24 de Maio (SP).

Foto: Roberto Titto

Com mais de 40 anos de carreira e uma obra de grande relevância para a MPB, o artista traz no repertório canções que trazem reflexões acerca da bagagem acumulada ao longo de todo esse tempo. Incompatibilidade de Gênios, Papel Machê, Jade, Quando o amor acontece, O Bêbado e a Equilibrista, Corsário e tantas outras fundamentais nessa estrada estão presentes nessa performance intimista, onde faz uma síntese de sua vida e carreira.
Sesc 24 de Maio (Teatro – 1.º subsolo) – Rua 24 de Maio,
Ingressos: de R$ 15,00 a R$ 50,00
O show volta a ocorrer no domingo (14), às 18h

Às 21h30, Carlinhos do Cavaco, Carica e Luizinho SP apresentam o show Encontro de Bambas, que reúne três nomes importantes do samba paulista em show no Sesc Belenzinho (SP).

Divulgação

O espetáculo integra o projeto Salve Samba! que contempla  esse ritmo genuinamente brasileiro em seus diversos estilos, apresentado por artistas da jovem e da velha guarda. Os paulistanos - compositores, instrumentistas e interpretes - apresentam-se tocando seus cavaquinhos. E, acompanhados por um conjunto característico do samba, interpretam composições próprias com seus estilos e identidades dentro do estilo. O Encontro de Bambas traz a diversidade do gênero desde o partido-alto, passando pelo samba de roda e pelo samba-exaltação, que falam de amor e do cotidiano brasileiro. (Verbena Comunicação)
Sesc Belenzinho (Comedoria) - Rua Padre Adelino, 1000, Belenzinho/SP. Fone: (11) 2076-9700
Ingressos: de R$ 6,00 a R$ 20,00

Às 21h,  Geraldo Azevedo sobe ao palco do Sesc Pompeia (SP) com o show Geraldo Azevedo & Banda Acústica.

Divulgação

Neste ano, completa-se 50 anos desde que as cordas do violão de Geraldo Azevedo começaram a soar composições próprias. Com uma inspiração incansável, compôs muitos sucessos que se fazem presente na memória afetiva de diversas gerações. Muitas dessas canções estarão no repertório do seu novo show Geraldo Azevedo & Banda Acústica. Com o formato acústico ele traz um clima aconchegante, envolvendo e emocionando a plateia com as releituras de grandes músicas. Geraldo e a banda passeiam por canções emblemáticas como Caravana (Geraldo e Alceu Valença), Dia Branco (Geraldo Azevedo e Renato Rocha), Moça Bonita (Geraldo Azevedo e Capinan), Táxi Lunar (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Alceu Valença), Bicho de 7 Cabeças (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Renato Rocha) e tantas outras. No palco, o cantor e compositor é acompanhando por Bráulio Araújo no contrabaixo, Marcelo Pereira na bateria, Marcos Diniz no teclado, Junior Xanfer na guitarra e César Michiles na flauta. Com uma banda formada por músicos de Pernambuco, Geraldo se aproxima da plateia trazendo de uma forma mais íntima um show que navega com força por suas raízes e pelo seu atual momento musical.
Sesc Pompeia (Teatro) – Rua Clélia, 93, Pompeia/SP
Ingressos: de R$ 9,00 a R$ 30,00
O show volta a ocorrer no domingo (14), às 18h

Às 21h, o guitarrista e compositor Tony Babalu (ex-integrante das bandas Made in Brazil e Quarto Crescente) apresenta show de lançamento de seu novo disco instrumental, Live Sessions II, no Teatro do Sesc Belenzinho (SP).

Divulgação

Babalu sobe ao palco acompanhado por Adriano Augusto nos teclados, Leandro Gusman no contrabaixo e Percio Sapia na bateria, que também participam do CD. O álbum é formado por seis temas instrumentais autorais que passeiam por várias vertentes musicais, da pegada do rock ao suingue do funk. Live Sessions II segue estética de seu antecessor (Live Sessions at Mosh, de 2014), na qual uma atmosfera vintage e orgânica norteia todas as fases de sua concepção. Com captação analógica e ao vivo, sem overdubs ou emendas, o disco explora os limites da improvisação e da dinâmica, costurando-as com riffs e grooves, elementos característicos na guitarra de Tony Babalu, também produtor de todas as faixas. No setlist do show, além das composições do novo álbum - Encrenca, In Black, Locomotiva, Meio-fio, Valentina e Veia Latina -, estão também temas de seu trabalho anterior: Valsa à Paulistana, Pompeia's Groove, Suzi, Brazilian Blues, Halley 86 e Vecchione Brothers. (Fonte: Verbena Comunicação)
Sesc Belenzinho (Teatro) - Rua Padre Adelino, 1000Belenzinho – São Paulo (SP). Telefone: (11) 2076-9700
Ingressos: R$ 6,00 a R$ 20,00


Notícia de bastidor

MOMBOJÓ FAZ SHOW DE LANÇAMENTO DO FILME E TRILHA SONORA DE "DESÁGUA"

CANCELADO

Prestes a completar duas décadas de atividade, o grupo pernambucano Mombojó começa o ano de 2020 com vários lançamentos: “Deságua” (filme) e “Trilha Sonora Original do Filme Deságua” (álbum).

A apresentação inédita e na íntegra do filme e do álbum ocorre no Sesc Pinheiros (SP), na sexa-feira (20), às 21h.

 

Ao longo de 2019, Mombojó apresentou nove músicas, acompanhadas de seus repectivos clipes, sob o rótulo de “MMBJ12” - a apresentação não seguiu uma ordem cronológica. Agora em março, a banda apresenta as três canções com seus clipes restantes, totalizando 12 músicas e 12 clipes, dando corpo ao álbum “Trilha Sonora Original do Filme Deságua”.

Foto: Luan Cardoso

 

Entre os colaboradores das últimas faixas do trabalho, estão Guilherme Arantes, Sofia Vaz, da banda carioca Baleia, e Hervé Salters, do grupo francês General Elektriks. Já, a união cronológica dos clipes dá vida ao filme “Deságua”, longa-metragem realizado pelo diretor Luan Cardoso.

"Desde o nosso primeiro disco que temos vontade de fazer nossas músicas alcançar outros formatos e mídias, quase sempre as canções já são compostas com algum tipo de associação visual”, explica o tecladista Chiquinho. “O incrível desta vez foi encontrar um diretor instigado a encarar essa empreitada de fazer doze clipes - e a partir disso pensamos que eles poderiam ser um filme e até passar no cinema, com a gente fazendo a trilha ao vivo. O que era só uma lombra inicial se concretizou no primeiro filme do Mombojó!".

Leia mais...

MART'NÁLIA CANTA VINÍCIUS DE MORAES EM SP

CANCELADO

A cantora Mart’nália apresenta, em duas noites, repertório baseado no disco que garantiu sua vitória no Grammy Latino de Melhor Álbum de Samba/Pagode: Mart’nália Canta Vinicius de Moraes. As apresentações ocorrem na sexta-feira (20) e sábado (21), às 22h, na Casa Natura Musical (SP)

 

Vinícius de Moraes sempre esteve presente no repertório de Mart’nália, mas agora o "poetinha" ganhou um disco inteiro em sua homenagem. No repertório, clássicos como Tarde em Itapoã, A Tonga da Mironga do Kabuletê, Eu Sei Que Vou Te Amar e mais.

Foto: Eny Miranda

 

Amparada nos arranjos de Celso Fonseca em parceria com Arthur Maia, a voz rasgada e suave de Mart’nália traduz o amor pelas mulheres, a compaixão pelos desfavorecidos, a impaciência com os medíocres e tudo o que é motivação para os versos sempre tão bem construídos de Vinicius, numa linguagem íntima porém desacorrentada.

 

Casa Natura Musical - Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros/SP. Fone: (11) 3031-4143

Ingressos: de R$ 40,00 a R$ 180,00

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Casa natura Musical

Destaques

FERNANDO ANITELLI EM VOZ E VIOLÃO NA CASA NATURA MUSICAL (SP)

SHOW CANCELADO

Fernando Anitelli apresenta o show Fernando Anitelli apresenta: O Teatro Mágico Voz e Violão na Casa Natura Musical, no domingo (22), às 19h.

Com mais de 2 milhões de álbuns vendidos, sete CDs autorais, três DVDs, quatro músicas em novelas e um dos maiores projetos da música independente nacional, Fernando Anitelli busca inspiração no cancioneiro popular para nortear o show.

Foto: Filipe Nevares

Apesar de o projeto O Teatro Mágico sempre ter sido marcado por suas apresentações que misturavam uma série de performances, tudo teve início no álbum solo de Anitelli (inspirado na leitura do livro O Lobo da Estepe de Herman Hesse) e em suas apresentações iniciais de voz e violão.

 

A construção do primeiro CD, Entrada para raros, foi baseada justamente nas canções, poesias e batidas que até então eram apenas entoadas nos saraus e divulgadas na rede por Seu Odácio, pai de Anitelli. No show não faltam sucessos como O Anjo Mais Velho, Separô e O Mérito e o Monstro.

 

"Gravamos o álbum inteiro na levada de voz e violão (sem metrônomo) e só no final resolvemos experimentar outros sons, vozes, instrumentos e ruídos. Fomos então para a segunda fase do projeto e convidamos mais de 25 pessoas para participarem dessa aventura! Saímos gravando tudo ao contrário. As peças tinham que se encaixar nas levadas e na essência da música!", lembra Anitelli.

Leia mais...

RICARDO VIGNINI RECEBE CONVIDADOS ESPECIAIS EM SHOW DE LANÇAMENTO

SHOW CANCELADO

O violeiro e compositor Ricardo Vignini recebe convidados especiais no Sesc 24 de Maio, na sexta-feira (20), às 21h, para o lançamento de seu 19.º álbum de carreira e quarto trabalho solo, “Reviola”.

 

São 11 faixas autorais, sendo algumas em parceria com outros artistas como Socorro Lira, André Abujamra, André Geraissati, Juca Filho, Matuto Moderno e Paulo Nunes. Nesta apresentação, Vignini toca acompa,nhado de Fernando Nunes (baixo) e Ricardo Berti (bateria) e recebe Zé Geraldo, Alzira E, Socorro Lira, Tuia e Adriana Farias, Adriano Grineberg (piano).

Foto: Marcelo Macaue

 

O paulistano Ricardo Vignini faz parte do duo de violas caipiras Moda de Rock com Zé Helder, no qual exploram releituras de clássicos do rock e já regravou canções de bandas como Led Zeppelin, Nirvana, Rolling Stones e Queen. Ricardo também é membro fundador da banda Matuto Moderno, que mistura rock com música caipira, completando 20 anos em 2019. Já se apresentou na França, EUA, México, Canadá e Argentina, tocando com Renato Teixeira, Pepeu Gomes, Kiko Loureiro, Andreas Kisser e Edgard Scandurra. Além disso, o violeiro também é produtor musical e apaixonado pela cultura popular.

 

No álbum “Reviola” o artista explora a sonoridade típica de sua pesquisa relacionada à absorção dos diversos gêneros musicais para a linguagem da viola caipira. O violeiro transita entre faixas instrumentais e canções, com participações de músicos que dão vozes e acrescentam outros instrumentos às composições. Ao todo, são 17 nomes da música que participam do álbum, dentre eles: Lenine, Marcos Suzano, Guarabyra, Zé Geraldo e outros.

 

Na faixa Alquimia, uma das músicas inéditas do CD, que teve a letra composta pelo próprio violeiro, fala sobre transformar as notícias ruins que nos desanimam em alegria: “A cada dia temos que procurar/ Cura e beleza em qualquer lugar/ Transformar a dor juntar os cacos/ Seguir em frente desviar dos buracos”. Essa canção conta com a participação de Tuia e Adriano Grineberg, convidados no dia 20 de março para tocarem junto ao artista. Algumas músicas que fazem parte do CD também são releituras de canções da carreira de Vignini.

 

Sesc 24 de Maio ( Teatro - 1º subsolo) - Rua 24 de Maio, 109, Centro/SP. Fone: (11) 3350-6300

Ingressos: de R$ 9,00 a R$ 30,

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Sesc 24 de Maio

A semana

SEGUNDA-FEIRA (16/3)

Grátis - Às 19h, o músico cubano Yaniel Matos, radicado no Brasil desde o ano 2000, apresenta músicas de seu mais recente álbum, Carabalí, no Sesc Consolação (SP), dentro da programação do Instrumental Sesc Brasil, ao lado de Sidiel Vieira (baixo) e Cuca Teixeira (bateria).

Foto: José de Holanda
Leia mais...

TERÇA-FEIRA (17/3)

Às 20h, a cantora Juçara Marçal sobe ao palco do teatro do Centro da Terra (SP) para revisitar Encarnado, seu disco de estreia, lançado em 2014 e considerado um dos melhores álbuns brasileiros da década.

Reprodução site
Leia mais...

QUARTA-FEIRA (18/3)

Às 19h30, o violonista e compositor Guinga recebe a cantora Leila Pinheira no show Guinga e as Vozes Femininas no CCBB do Rio de Janeiro. A apresentação conta ainda com a participação do violonista Marcus Tardelli.

Divulgação
Leia mais...

QUINTA-FEIRA (19/3)

Juliana Amaral, banda Quimbará (Clique abaixo em Leia mais)

Às 21h30, a cantora e compositora Juliana Amaral apresenta seu show "Margens da Palavra" no Espaço Cênico do Sesc Pompeia (SP).

Foto: Alexandre Eça
Leia mais...

SEXTA-FEIRA (20/3)

Sylvia Patrícia,  SPIO - São Paulo Impro Orquestra (Clique abaixo em Leia mais)

Às 20h, a cantora e compositora Sylvia Patrícia mostra, no auditório da faculdade Souza Lima (SP), seu show "voz e violão", no qual mostra desde sucessos Marca de amor não sai e Cantar, até músicas inéditas.

Foto: Mariana Vianna

 

Leia mais...

SÁBADO (21/3)

Banda Ellefante, Craca e Dani Negra (Clique abaixo em Leia mais)

Às 21h, a banda brasiliense Ellefante apresenta o show da turnê do disco Mansidão no Sesc Belenzinho (SP). A apresentação conta com novo single "Ibirapuera" e participação da cantora canadense Julie Neff .

Foto: Nina Quintana

 

Leia mais...

DOMINGO (22/3)

Paula da Paz, Cássia Carrascoza, Craca e Dani Nega (Clique abaixo em Leia mais)

Grátis - Às 16h, a cantora Paula da Paz mostra o show “Axé, amor e resistência”, no Sec Bom Retiro(SP). A apresentação é umas das atrações musicais do mês de março, dedicadas a cantoras mulheres.

Foto: Alisson da Paz

 

Leia mais...